Pesquisar este blog

Ajuda a gente??? =)

O Tao das Reuniões



  • Quem mais se envolve, mais se perde.
  • Só aquele cuja mente está longe, compreende de perto as intenções ocultas.
  • Quanto mais argumentos são usados para provar uma tese, menos verdadeira ela é.
  • Quanto mais mentiras forem usadas em defesa de uma tese, mais real ela se torna.
  • Quando menos se fala de algo, mais importante e necessário deve ser esse assunto.
  • Há dois tipos de Não-Ação: a do Incompetente e a do Sábio
  • O incompetente age não-agindo; o sábio não-age agindo.
  • A espontaneidade sempre degenera em perda de tempo e de paciência.
  • Menos palavras, mais ações: o ideal distante.
  • Menos palavras, que sejam sinceras: o ideal impossível.
  • A escrita foi criada para falar com os Deuses: que decadência!
  • Buda propunha dois caminhos para a libertação espiritual: no primeiro, ele meditava; no segundo, ele se reunia com seus alunos.
  • A reunião é um exercício poderoso para atingir o Nirvana.
  • Jesus terminou preso em sua última reunião. Falar a verdade dá nisso.
  • Pedro e Paulo discutiram em sua primeira reunião; isso já diz tudo sobre reuniões.
  • Confúcio dava aula. Tivesse se reunido, ele só escreveria Livros-atas, e sua obra seria um fracasso.
  • Zoroastro dizia que no dia do Juízo Final, os maus de reuniriam para atacar os bons. Logo, reuniões são presididas por Arimã.
  • Desde que começaram as reuniões, o mundo perdeu o Tao. E reunir-se não é o caminho para achá-lo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário